Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Página Inicial Seu Espaço Carreira AeC inaugura novo site em Governador Valadares
Twitter

AeC inaugura novo site em Governador Valadares

Publicado em Dec 01, 2011 por Redação

Nova unidade inicia operação com 600 funcionários e será a 2ª da empresa no interior de MG. Empresa investe R$ 12 milhões na cidade

AeC inaugura novo site em Governador Valadares

Foto por jc.patricio - Flickriver

A AeC  inaugurou no dia 1º de dezembro  sua unidade em Governador Valadares (MG). A empresa segue, dessa forma, sua estratégia de expansão para fora dos grandes centros urbanos, priorizando nesse primeiro momento o interior de Minas Gerais: no início de 2011 a AeC inaugurou seu site em Montes Claros, que hoje conta com 2.400 funcionários, com um investimento de R$ 20 milhões. Em Governador Valadares, a AeC investirá cerca de R$ 12 milhões para gerar, na primeira fase de operações, 600 empregos. Até março de 2012 a previsão é de que o número de funcionários alcance 2.100.

Estratégia e benefícios
O projeto de expansão pelo interior dos estados brasileiros visa proporcionar crescimento sustentável para a AeC, além de promover melhorias na qualidade de vida nas comunidades onde se instala. Em Montes Claros, a cidade absorve, somente em salários gerados pela AeC, cerca de R$ 31 milhões por ano. Aliado a isso, a atividade de Contact Center também gera outros benefícios como: proporciona primeiro emprego a diversas pessoas; incrementa o setor de serviços da cidade; gera impacto ambiental mínimo; além de treinamento de desenvolvimento de força de trabalho.

Posicionamento e Mercado
A AeC é a quarta empresa de Contact Center do país, com cerca de 15 mil colaboradores e um faturamento de R$ 274 milhões em 2010. O mercado de Contact Center é responsável, hoje, por gerar cerca de 370 mil empregos diretos no país. Minas Gerais responde por 50 mil destes empregos diretos. Ainda sobre os números brasileiros, 70% desse total de empregos é formado por mulheres e 45% deles podendo atuar, pela primeira vez, no mercado formal de trabalho. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a taxa de desemprego entre as mulheres é de 7,6%, cerca de 27% maior que a média brasileira. E entre jovens, esse índice de desemprego chega a 13,6%, ou 126% maior que a média brasileira.

O setor de Contact Center não exige experiência prévia, daí sua importância na geração de empregos entre jovens e adultos jovens. “No trabalho o colaborador tem contato com a disciplina necessária para que, futuramente, enfrente outras posições no mercado. Na AeC a formação desse colaborador passa pela compreensão do sistema de metas de resultados, conhecimento de softwares corporativos que lhe serão úteis em outras ocupações, valorizando seu currículo”, afirma Alexandre Moreira, presidente da AeC.

Em 2011, a Associação Brasileira de Telesserviços (ABT) estima que as empresas do setor investiram cerca de R$ 90 milhões no treinamento de seus funcionários. Em média, o tempo de treinamento é de cerca de 20 dias, onde o colaborador recebe todo o material didático, treinamento nos softwares necessários para a execução do trabalho, com todas as despesas de apoio (alimentação e transporte) pagas pelos empregadores.

No Brasil, o setor de Contact Center deve movimentar cerca de R$ 9,6 bilhões em 2011, com previsão para alcançar um faturamento de R$ 13,7 milhões em 2014. De acordo com o Sintelmark (Sindicato Paulista das Empresas de Telemarketing, Marketing Direto e Conexos), em São Paulo o setor deverá criar cerca de 32 mil novos postos de trabalho em 2012.

 Foto por jc.patricio

Ações do documento
Siga o Portal Call Center no Twitter

twitter

Newsletter

Receba em seu e-mail as nossas novidades.

HTML
Text
Seu e-mail:
RSS

As últimas notícias do Portal Call Center vão até você.
Veja como funciona